Mãe e filhos

Gerando vidas e realizando sonhos!

 

Área de Atuação

Inseminação Artificial

A Inseminação Artificial é indicada para casais que possuem impeditivos para a gestação, como SOP (Síndrome de Ovários Policísticos), endometriose leve e ESCA (Esterilidade Sem Causa Aparente) masculina leve. Essa técnica consiste na deposição de espermatozoides (após preparo prévio específico) na cavidade uterina.

O primeiro passo é a investigação e o diagnóstico do fator determinante da infertilidade do casal. Contudo, antes do início do tratamento da infertilidade, é necessário que a mulher tenha realizado, nos últimos seis meses, exames ginecológicos com coleta de material para avaliação citológica, exames de sangue (sorologias e outros) e tenha se submetido à avaliação por ultrassonografia transvaginal e histerossalpingografia. Ainda, caso a paciente tenha mais de 40 anos, é preciso que ela tenha realizado uma mamografia e possua parecer clínico com avaliação cardiológica recente.

Da mesma forma, é necessário que o homem tenha avaliação seminal recente (menos de seis meses) e avaliação andrológica, caso haja alteração do exame. Além disso, é preciso que ele realize os exames de sangue (sorologias e outros).
 

Agende a sua consulta agora